Sindical

17/02/2013 14:09
Escrito por Eloy Nogueira  Segundo o Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (IEDI), “2012 será marcado como um ano em que a indústria brasileira sofreu uma de suas crises mais agudas. A característica dessa crise, e que a distingue de crises anteriores, é o que mais preocupa: é uma crise assentada na baixa competitividade de um bom número de setores e ramos da atividade industrial. É uma crise que se manifestou tanto na produção...
01/01/2013 14:08
  Após dois anos de governo Dilma, percebemos claramente o rumo cada vez mais à direita que esse governo de frente popular vem tomando. Os cortes nos orçamentos públicos que ataca os serviços públicos são medidas que interessam diretamente a burguesia, pois garantem a política de “estímulos” para o setor empresarial. São bilhões de Reais em isenções e empréstimos a perder de vista. Em contrapartida, empresários e banqueiros respondem com demissões. A...
12/12/2012 14:06
  Conforme matéria no site da CUT, a Vulcabrás/Azaleia – maior companhia de calçados esportivos da América Latina e uma das dez maiores do mundo – anunciou a demissão de 4 mil trabalhadores e o fechamento de 12 unidades na região de Itapetinga (Ba). A Vulcabrás recebeu R$ 314 milhões do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para concretizar a compra da Azaleia em 2007. Além disso, foi beneficiada com o pacote econômico Plano...
05/10/2012 14:05
  Após 15 dias de greve, a categoria dos têxteis em Juiz de Fora-MG consegue uma vitória histórica. Havia mais de 20 anos que a categoria não conseguia se mobilizar, o que acarretou um achatamento salarial da categoria que chegou ao limite do salário mínimo. A campanha desse ano foi totalmente atípica. A presidente do sindicato recorreu aos sindicatos cutistas mais próximos e a CUT Zona da Mata. O resultado foi que os dirigentes sindicais de...
15/09/2012 14:02
  Está arquitetado aquele que, sem sombra de dúvidas, é o maior ataque do capital contra a classe trabalhadora brasileira. Não é um pacote com nome, como por exemplo, uma “Reforma Trabalhista”. Trata-se de medidas aparentemente isoladas, mas que quando interligadas demonstram uma grande integração e objetivo final, a destruição dos direitos trabalhistas. Isto significa destruir todas as conquistas da classe trabalhadora que foram incrustadas na...
29/08/2012 13:52
  É assim que a greve dos servidores públicos federais foi definida pela revista Isto é, nº 2233. A matéria da revista procura de forma clara desqualificar o movimento grevista publicando os altos salários dos servidores públicos que dirigem o movimento. Mas, não consegue esconder que essa já é a maior greve da história do serviço público brasileiro. Segundo a matéria, “Nem as paralisações na gestão Fernando Henrique Cardoso, as mobilizações no...
19/08/2012 14:00
  A Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) é uma herança do governo Vargas, que apesar ter em seu bojo um cunho fascista, que atrelava os sindicatos ao governo, também traz em seus artigos muitas conquistas obtidas na luta pelos trabalhadores. Essas conquistas estavam em leis esparsas que foram organizadas na CLT. Com a Constituição de 1988, o cunho fascista de controle do estado sobre os sindicatos foi afastado, ficando incrustadas as...
12/08/2012 13:56
A presidente Dilma Rousself esteve em Rio Pardo de Minas, nesta 6ª feira (10/08/12), onde afirmou que o Brasil vai enfrentar a crise mundial garantindo o emprego da população. “Nós hoje estamos enfrentando uma crise no mundo. O Brasil sabe que vai superar, porque temos os pés no chão. O Brasil sabe que ele vai enfrentar a crise e passar por cima dela, assegurando emprego para todos os brasileiros”, disse a presidente (G1.Globo – Política...
<< 3 | 4 | 5 | 6 | 7

Movimento Sindical

 

A Liga Socialista tem como principal tarefa ajudar a classe trabalhadora a lutar por uma sociedade livre da exploração capitalista, uma sociedade socialista. Para isso é necessário que nosso movimento seja implantado nas mais diversas categorias e se fortaleça como uma corrente revolucionária no movimento sindical. Assim, estaremos contribuindo com um sindicalismo classista, forte e que organize a classe trabalhadora para obter novas conquistas e a lutar pela sociedade socialista.

Na atual conjuntura, em que a crise mundial do capitalismo traz ataques contundentes a classe trabalhadora, nos deparamos com movimentos divisionistas causados pelo sectarismo, pela burocracia sindical e pelo oportunismo, que levam a formação de diversas centrais sindicais, dirigidas pelo reformismo ou pelo centrismo e que contribuem para a destruição de um verdadeiro patrimônio e trincheira de luta da classe trabalhadora brasileira - a CUT. Dessa forma, as centrais se mostram incapazes de apresentar a direção da luta pelo socialismo para a classe trabalhadora.

Nesse momento, temos que ajudar a organizar a classe trabalhadora e ao mesmo tempo abrir um amplo debate democrático e socialista com os trabalhadores das mais diversas categorias, que deixe claro a necessidade de um esforço maior para garantir a unidade entre todas as forças da classe trabalhadora que estão dispostas a lutar contra os ataques de governos e patrões e por uma sociedade socialista.

Convidamos todos os companheiros e companheiras a constituírem uma corrente classista, revolucionária, independente e de luta, com o objetivo de mudar a orientação do movimento sindical brasileiro, para um movimento que lute não apenas por reajustes salariais, mas por uma sociedade justa e igualitária, uma sociedade socialista.

Só assim, conseguiremos garantir as conquistas da classe trabalhadora e avançarmos rumo a revolução e ao socialismo.

 

  • Por uma corrente classista, revolucionária, independente e de luta.
  • Por uma sociedade socialista.
  • Viva a luta da classe operária!
  • Viva a revolução!

Contato

Liga Socialista Entre em contato conosco através do nosso e-mail. liga.socialista@yahoo.com