Paquistão: Não aos cortes na educação! Solidariedade com protestos estudantis em Punjab!

27/09/2020 13:28

International Secretariat, League for the Fifth International Fri, 25/09/2020 - 10:00

 

A Liga pela Quinta Internacional envia solidariedade aos alunos da Universidade Bahauddin Zakaria, em Multan, e da Universidade Islamia, em Bahawalpur, que há quase um mês protestam contra as ameaças à educação. Esses estudantes vêm do Baluchistão e das antigas áreas tribais administradas pelo governo federal, FATA, que foi fundida com Khyber-Pakhtunkhwa por um ato do Parlamento em 2018.

As oportunidades de ensino superior são escassas ou ausentes para os jovens nas províncias periféricas. Como resultado, os alunos dessas áreas negligenciadas costumavam ir para o Punjab para obter educação superior. Após a derrubada da ditadura de Musharraf, o governo liderado pelo PPP iniciou um esquema pelo qual estudantes do Baluchistão receberiam bolsas para estudar nas instituições de ensino superior de Punjab.

Governos neoliberais sucessivos tentaram acabar com essas bolsas. Agora, os cortes anunciados pelo atual regime no orçamento da educação estão a ser usados ​​como justificativa para impedir que os jovens destas províncias tenham acesso ao ensino superior.

As administrações da universidade afirmam que o governo provincial do Baluchistão não pagou essas bolsas, razão pela qual eles não podem mais sustentar esses alunos. Isso significa que, embora os alunos do Baluchistão e da ex-FATA ainda possam ser admitidos nessas universidades, eles terão que pagar por todas as suas despesas, incluindo mensalidades, hospedagem e viagens.

Naturalmente, tais medidas vão afetar a grande maioria dos jovens da classe trabalhadora, que dependem em grande parte de bolsas de estudo para o ensino superior. Isso demonstra como os povos das províncias periféricas são sistematicamente reprimidos. O estado do Paquistão, centrado no Punjab, há muito tempo explora o povo e extrai a riqueza mineral do Baluchistão, sem nunca prestar contas disso.

Da mesma forma, o estado nunca respondeu pelos danos que infligiu às terras pashtun na ex-FATA em nome da guerra imperialista contra o terror. É absolutamente vergonhoso que as administrações das universidades de Punjab estejam agora aumentando as taxas que o governo provincial do Baluchistão lhes deve. Algumas bolsas de estudo para estudantes era tudo o que o estado costumava dar a essas províncias. Agora, é inflexível em atacar até mesmo essas.

No ano passado, o regime neoliberal de Imran Khan foi ao Fundo Monetário Internacional para um resgate de US $ 6 bilhões. Esse empréstimo foi usado para manter a lucratividade dos capitalistas, mas estava condicionado a grandes privatizações e ao fim dos subsídios aos serviços públicos. Como resultado, os preços da eletricidade, gasolina e necessidades básicas dispararam.

Além disso, o governo introduziu medidas para cortar empregos e acabar com as pensões dos aposentados. Como parte desse impulso de austeridade, grandes cortes foram infligidos à educação e isso resultou em um aumento exorbitante nas mensalidades e outras despesas dos alunos. O ataque às bolsas de estudo faz parte dessa política maior de ataques em nome da crise econômica. Enquanto o governo tem milhões para dar como alívio ao grande capital, a crise é usada para justificar grandes ataques à educação, saúde e serviços públicos.

Como resultado dessa opressão flagrante aos jovens de nacionalidades já oprimidas, os protestos eclodiram. Os alunos da Universidade Bahauddin Zakaria em Multan mantiveram um acampamento de protesto fora de sua instituição por quase um mês, enquanto os da Universidade Islamia, em Bahwalpur, também estão planejando um acampamento dentro da instituição.

Nossos camaradas em Karachi, Lahore e Islamabad têm sido ativos na criação de campos de solidariedade com estudantes em dificuldades em suas áreas. Um campo de protesto será montado em Lahore na sexta-feira, 25 de setembro, enquanto, em Karachi, o acampamento será montado no sábado, 26 de setembro. Estendemos a solidariedade internacional aos jovens em luta e também apelamos aos estudantes, organizações juvenis, sindicatos e grupos de esquerda no Paquistão a participarem da ação solidária. Luta até a vitória!

 

Fonte: Liga pela 5ª internacional (https://fifthinternational.org/content/pakistan-no-cuts-education-solidarity-student-protests-punjab)

Traduzido por Liga Socialista em 27/09/2020

 

 

Contato

Liga Socialista Entre em contato conosco através do nosso e-mail. liga.socialista@yahoo.com